Como limpar ventilador: Passo a passo e dicas

Você sabe como limpar ventilador? No artigo de hoje vamos trazer 4 técnicas para limpar corretamente seu ventilador, seu fiel amigo nos dias quentes e que pode acumular muita sujeira ao longo de sua vida útil. Separe os materiais e siga os tutoriais do Tudo Construção!

O ventilador é um eletrodoméstico indispensável para se ter em casa, por mais que o aparelho de ar condicionado seja bastante eficaz, os ventiladores também quebram um galho. Portanto, além de ser mais higiênico, manter o ventilador limpo é sinônimo de cuidados com a saúde, já que o eletro acumula muita poeira, ácaros e bactérias.

Imagine em pleno verão, um dia quente, você estar usando um eletrodoméstico todo sujo e ainda poder ficar doente devido à poeira inalada? Sendo assim, é importantíssimo saber como limpar ventilador portátil ou de teto, dois eletros bastante utilizados no seu dia a dia.

Como limpar ventilador

Como limpar ventilador – Acompanhe as dicas com passo a passo

As dicas de como limpar ventilador a seguir foram divididas para serem usadas tanto no ventilador de teto quanto no portátil. Acompanhe todos os passos e separe os materiais para limpeza do eletro. Escolha a dica de limpeza de ventilador que mais combina com a sua necessidade de produtos e disposição.

Veja também dicas de como instalar ventilador de teto passo a passo.

Como limpar ventilador com misturinha caseira?

A primeira dica é como limpar ventilador com misturinha caseira, muito usada para evitar que o ventilador desbote devido à ação dos produtos no eletrodoméstico. Para limpar o ventilador de forma prática, antes é preciso separar os ingredientes para começar a sua limpeza. Confira a lista de itens para realizar a limpeza.

  • Vinagre
  • Detergente neutro
  • Esponja
  • Pano limpo
  • Água.

Separando os materiais acima, é hora de colocar a mão na massa e começar a fazer a limpeza do ventilador de um jeito prático.

  1. Primeiramente, desmonte o ventilador portátil retirando as grades e hélices;
  2. Em um balde coloque a água e misture um pouco de detergente e vinagre;
  3. Molhe um pouco da esponja na água;
  4. Comece a limpar as partes da hélice e grades do ventilador;
  5. Use uma esponja macia para não danificar a superfície do ventilador;
  6. Se necessário, deixe a espuma agir por alguns minutos;
  7. Use o pano limpo e seco para remover o produto de todo o ventilador.

Uma dica para as partes mais difíceis, como por exemplo, a grade do ventilador, é usar uma escovinha de dentes para remover a poeira. Depois seque bem o ventilador, antes de começar a usar. Mas cuidado para não molhar a parte do motor.

Para tirar manchas amareladas do ventilador portátil, utilize um desengordurante na misturinha para clarear o eletrodoméstico.

Como limpar ventilador

Limpe fácil o ventilador de teto

Essa dica é para você que procura um jeito de limpar o ventilador de teto de um modo fácil, em alguns minutos remover as sujeiras. Aqui nesta dica de limpeza, você vai precisar de uma escada, pano limpo e seco, pincel de tinta (qualquer tamanho) ou espanador e um pouco de óleo de motor.

  1. Comece posicionando a escada embaixo do ventilador de teto;
  2. Use o pincel ou espanador para remover as teias de aranhas e poeiras mais grossas;
  3. Com o pano limpo faça a limpeza das hélices e partes mais grossas do eletro;
  4. Faça a limpeza com cuidado e segurança para não haver acidentes.

A dica para restaurar a beleza do ventilador de teto é usar um lustra móveis ou polidor de metais conforme o material do eletrodoméstico. Passe bem nas partes das hélices e dê um visual novo para o ventilador de teto. Para finalizar a limpeza do ventilador de teto, pingue algumas gotas de óleo no motor, aguarde um momento e ligue o aparelho.

Como limpar ventilador

Como limpar ventilador com bicarbonato e saco plástico?

Essa dica é para quem não quer desmontar o ventilador para limpar, tornando assim, um dos passo a passo mais práticos. Acompanhe o tutorial de como limpar ventilador com bicarbonato e saco plástico.

  1. A primeira parte antes de limpar o ventilador com bicarbonato é separar os ingredientes e fazer a mistura;
  2. Ferva 200 ml de água, coloque 100 ml de vinagre de álcool, 2 colheres de bicarbonato e um pouco de pasta de dente;
  3. Misture tudo e coloque em um borrifador a misturinha caseira;
  4. Borrife a mistura nas hélices e grades do ventilador portátil;
  5. Coloque um saco de lixo envolvendo a grade e hélices, deixando a parte do motor livre;
  6. Ligue o ventilador na tomada;
  7. Deixe ele trabalhando em até 5 minutos;
  8. Confira se as sujeiras saíram ou repita as mesmas etapas anteriores;
  9. As poeiras e manchas já devem ter caído no saco plástico.
  10. Desligue o ventilador e remova o saco para jogar no lixo.

Se acaso os cantinhos ainda estejam sujos, use um palito de churrasco com algodão para remover as sujeira e secar bem os cantos do ventilador.

Depois, veja também se o ventilador de teto é bom em comparação a outros modelos.

Como limpar ventilador

Aprenda a limpar o ventilador de teto

Essa é mais uma dica de como limpar ventilador de teto, uma ideia prática e com excelentes resultados para os mais variados tipos de ventiladores. Confira nos tópicos abaixo:

  1. Antes de começar a limpeza, separe um pano limpo e seco, borrifador, sabão neutro ou de coco, escovinha de cerdas macias e água;
  2. Utilize a escovinha de cerdas macias para remover a parte mais grossa de poeira e sujeira do eletrodoméstico;
  3. Com ajuda de uma escada suba até a altura do ventilador de teto, borrife a mistura de sabão e água em toda a hélice do ventilador de teto;
  4. Use o pano seco para remover as sujeiras do ventilador;
  5. Repita as borrifadas com o produto na superfície para garantir a boa limpeza;
  6. Aguarde uns minutos até o ventilador secar, antes de ligar o aparelho.

Se perceber que o ventilador está enferrujado, use um produto antiferrugem para remover a sujeira do aparelho. Em todas as dicas de como limpar ventilador, você pode usar um pouco de óleo de motor para garantir o bom funcionamento do eletro.

Aliás, as limpezas devem ser periódicas, no mínimo duas vezes por ano para garantir o bom funcionamento e limpeza do aparelho ventilador. Um lustra móveis pode ajudar a deixar o aparelho como novo, garantindo um cheirinho gostoso pela casa e protegendo as superfícies do produto.

Antes de limpar o aparelho, leia as instruções do fabricante para saber como limpar ventilador corretamente e com segurança.

O post Como limpar ventilador: Passo a passo e dicas apareceu primeiro em Tudo Construção – Tudo para sua Casa e Construção.

Como limpar ventilador: Passo a passo e dicas Publicado primeiro em https://www.tudoconstrucao.com

Casa geminada: O que é, vantagens e desvantagens

A casa geminada é uma construção tendência entre os projetos de imóveis próprios e para investimento, tornando esta uma construção com ótimas vantagens, mas também desvantagens. Conheça cada ponto relacionado a este tipo de construção aqui no post do Tudo Construção!

Esse tipo de construção é bastante conhecida, mas muitas pessoas não sabem o verdadeiro significado deste conceito de obra. Apesar de populares, tem quem goste e quem não curta esse tipo de construção, devido a sua proximidade, como se fosse um condomínio de casas.

Mas para quem deseja investir, esse estilo de construção oferece grandes vantagens, inclusive, para quem possui um terreno para investimento. Entenda o que é uma casa geminada, suas vantagens e desvantagens tanto para quem está investindo quanto para quem procura um imóvel para morar.

casa geminada

Casa geminada – Entenda o que é esse projeto

Uma casa geminada é bem fácil de encontrar, elas estão em variados bairros e representadas em diferentes tipos de plantas. Esse tipo de casa também é conhecida como casa conjugada, uma construção com uma ou mais casas anexas umas nas outras.

São geralmente construídas em um mesmo lote de terreno, com uma cobertura de um mesmo telhado, fachada semelhante e projeto com plantas iguais. A “casa germinada” como é popularmente chamada não tem nada a ver com a palavra germinar, que significa brotar ou crescer.

Na verdade, a casa geminada está relacionada ao significado de gêmeo, algo idêntico e duplicado como casas iguais uma ao lado da outra. Por isso, o significado do conceito desse tipo de construção é de casas duplicadas, com fachadas parecidas e projetos idênticos. 

Tipos de casas geminadas

Saiba que existem diversos tipos de casas geminadas, cada uma com projetos de construções que melhor aproveitam os terrenos para construir. Diante disso, você encontrará projetos de casas geminadas sobrados, térrea, moderna, simples, sofisticadas e de variados tamanhos.

As construções das casas geminadas são feitas normalmente de alvenaria, com espaço na frente da residência para colocar o carro e alguns imóveis ainda tem espaço nos fundos para churrasqueira e piscina.

Os projetos de casas conjugadas podem ser elaborados conforme a metragem do terreno, por isso, nem sempre é destinado apenas para construções em terreno nivelar. Portanto, esse estilo de casa popular pode ser construído em terrenos planos, morros e construções de dois ou três pavimentos.

Apesar de semelhantes, ao ter um terreno de esquina, é possível fazer um projeto de casa geminada com área de lazer na lateral e cobrar um valor a mais pela construção. No entanto, as geminadas do meio dos terrenos costumam ser mais baratas devido ao projeto ser mais estreito que as casas conjugadas de esquina.

casa geminada

Vantagens e desvantagens do projeto de casa geminada

Agora que você já sabe o que é uma casa geminada, acompanhe a seguir, as vantagens e desvantagens deste tipo de projeto residencial. Lembrando que este tipo de projeto de casa pode ser mais simples, sofisticado e com detalhes autênticos para atender às necessidades da sua construção.

Para fazer o projeto ideal, contrate um engenheiro e arquiteto para trabalhar no seu terreno, considerando as particularidades e tudo que você precisa para oferecer o melhor projeto de casa geminada. Mas antes de começar a projetar, acompanhe as vantagens e desvantagens da casa geminada.

Aproveitamento de um único terreno

Uma das grandes vantagens da casa geminada é o melhor aproveitamento de um único terreno para construção das casas. Ao invés de fazer uma casa grande com projeto de variados cômodos, monte um projeto para construção de várias casas iguais. Você pode dividir o terreno em metragens iguais ou deixar uma metragem a mais para as casas de esquina ou “pontas” do projeto.

Economia na construção do imóvel

Além de aproveitar melhor o terreno para construir, outra vantagem da casa geminada é a economia na construção do imóvel. Devido ao projeto idêntico das casas, os imóveis dividem o mesmo telhado, parede, rede de tubulação, rede elétrica e demais estruturas.

Você não vai precisar fazer várias plantas diferentes para construir o conjugado de casas, com um único modelo você constrói casas lado a lado com a mesma estrutura. Além disso, o custo com a obra fica mais em conta, tornando a construção mais rápida e funcional.

casa geminada

Oportunidade para investimento em imóveis

Essa vantagem é para os investidores, sendo as casas conjugadas uma oportunidade para investimento em imóveis. Ou seja, o investidor aproveita um único terreno para construir casas iguais e vendê-las por preço unitário. 

Também é possível comparar esse tipo de casa pronta para revender, já que imóveis na planta costumam ter um valor baixo de investimento. Contudo, saiba que esse tipo de obra também possibilita a adaptação do projeto, podendo optar por montar uma área de lazer com piscina, churrasqueira em uma geminada de alto padrão.

Necessita de projeto de isolamento acústico

Uma desvantagem das casas geminadas é que elas necessitam de um projeto de isolamento acústico para evitar ruídos entre os vizinhos. Esse tipo de projeto pode aumentar o custo da obra, por isso, vale a pena planejar o projeto detalhadamente.

Assim como existem regras de condomínio de apartamentos, o condomínio de casas geminadas também poderá funcionar, melhorando a convivência entre as famílias. Por causa do tipo de projeto, a privacidade na casa geminada é um dos pontos de desvantagens.

Isso ocorre devido ao tipo de estrutura compartilhada, onde os vizinhos acabam ouvindo ruídos de outra casa.

Preço do imóvel mais acessível

Outra vantagem do projeto de casas conjugadas é que o preço é mais acessível, devido à metragem da casa e do terreno, podendo ser também uma desvantagem. Comparada a outras residências, a casa geminada se torna mais barata devido ao tipo de projeto, reaproveitando o mesmo lote de terreno e estrutura.

Sendo assim, comparado a um apartamento, o proprietário tem mais liberdade de personalizar a área de lazer conforme suas necessidades.

casa geminada

Ventilação e iluminação

Outras desvantagens da casa geminada é a ventilação e iluminação dos imóveis, podendo ser melhor ventilados e iluminados por conta do projeto arquitetônico. Sendo assim, por causa da falta de ventilação no imóvel e também da iluminação, podem ocorrer problemas com mofo e infiltrações.

Mas nada que um projeto de casa geminada bem elaborado não resolva para evitar transtornos futuros aos moradores.

O post Casa geminada: O que é, vantagens e desvantagens apareceu primeiro em Tudo Construção – Tudo para sua Casa e Construção.

Casa geminada: O que é, vantagens e desvantagens Publicado primeiro em https://www.tudoconstrucao.com

Tinta antimofo: Onde encontrar? Como funciona?

A tinta antimofo é uma solução para paredes e tetos com predisposição para reter umidade, causando o acúmulo de fungos e bactérias que resultam nas manchas de mofo na superfície. Veja aqui como funciona o produto, como aplicar e onde comprar.

Nada pior do que encontrar uma parede com mofo, não é mesmo? Esse tipo de situação não só danifica a parede como também prejudica a saúde, principalmente o sistema respiratório. Quando atrás de móveis, o mofo pode danificá-los, apodrecendo aqueles móveis de madeira e enferrujando os de metal. Por isso, pintar a casa internamente com tinta antimofo é uma ótima solução para prevenir esses tipos de situações.

Tinta antimofo

Tinta antimofo – Entenda como funciona

Uma das principais características da tinta antimofo é a proteção para a superfície, funcionando como uma membrana protetora contra a proliferação de fungos. Isso acontece devido à sua fórmula conter reagentes bactericidas e fungicidas, prevenindo o aparecimento das manchas de umidade na parede.

Em consequência disso, sua parede durará mais tempo, inclusive com a aparência bonita da tinta escolhida para pintar o espaço. O aspecto da tinta antimofo é bastante bonito, podendo ser encontrada com acabamentos semi-brilho, acetinado e também no fosco.

Para quem necessita de uma pintura fácil de limpar, o acabamento semi-brilho é o mais indicado, já para quem deseja disfarçar imperfeições a tinta fosca antimofo é ideal e, por fim, se você busca resistência, o acetinado é ideal para este tipo de parede. Portanto, além de proteger o ambiente com uma tinta antifungo, tenha um cômodo decorado com a paleta de cores escolhida para a decoração.

Tipos de tintas antimofo

Para te ajudar a escolher o melhor tipo de tinta antimofo, é preciso saber as vantagens de cada uma delas. A tinta antimofo epóxi, por exemplo, é indicada para locais mais úmidos como o banheiro, com grandes chances de proliferação de fungos e consequentemente manchas de mofo.

Esse tipo de tinta é solúvel em solvente e água, sendo assim, apresenta mais praticidade na hora de aplicar o produto na superfície. Com uma ótima impermeabilização a tinta antimofo epóxi também pode ser aplicada em áreas externas como muros, paredes e demais estruturas de concreto.

A tinta acrílica antimofo também apresenta uma grande resistência, tornando- se um tipo de tinta bastante usada e reconhecida pela sua qualidade. Outra vantagem da tinta acrílica é o seu preço, por causa da sua popularidade costuma ser uma tinta bastante econômica comparada a outros tipos.

Dessa maneira, use a tinta antimofo acrílica em ambientes como banheiros, cozinhas, lavanderias e demais espaços onde é propenso a presença de mofo. Devido à tinta ser solúvel à água, sua secagem é bem rápida, necessitando de demãos para chegar no tom escolhido. Se precisar, passe um selador acrílico para aumentar a durabilidade da tinta e garanta a cor da superfície por mais tempo.

Veja também como escolher tinta para casa e simule algumas cores!

Tinta antimofo

Como aplicar a tinta antimofo?

Para garantir a qualidade e durabilidade da pintura, saiba aqui como aplicar a tinta antimofo na parede ou no teto. Locais como paredes perto de barreiras de barro ou tetos com telhados que não estão bem impermeabilizados são propensos a ter contato com mofo em algum momento. Por isso, é importante que você saiba o modo correto de fazer esta pintura. Confira o passo a passo.

Limpe a superfície

Primeiramente, para aplicar a tinta antimofo é preciso limpar a superfície onde será aplicado a pintura. Comece retirando com ajuda de uma espátula toda a área com a mancha de mofo, inclusive, as partes que estão com proliferação de fungos.

Após remover todo o mofo, inicie a limpeza usando água sanitária e água em toda a superfície com ajuda de uma esponja. Para as partes mais altas, use uma vassoura para remover as sujeiras e restos de produtos que possam comprometer a sua parede.

Tinta antimofo

Aplique o selador acrílico

Antes de aplicar o selador acrílico, se desejar, passe uma lixa na parede limpa e seca, nivelando e removendo a tinta antiga. Leia as instruções do fabricante e aplique o selador acrílico em toda a parede, finalizando com a secagem, segundo instruções no rótulo do produto.

Faça a aplicação da tinta

Na penúltima etapa, é hora de fazer a aplicação da tinta antimofo escolhida para sua superfície. Assim como o selador acrílico, siga as orientações do fabricante da tinta na hora de realizar a mistura com solvente e água, por exemplo.

Faça a proteção de móveis e pisos para a tinta não manchar a superfície, usando também a fita crepe para proteger os rodapés, portas e teto, se preferir. Comece pintando sempre na mesma direção com ajuda de um rolo ou pincel de sua preferência.

Passe pelo menos, mais uma demão na superfície e se necessário, reaplique uma terceira camada na parede com a tinta antimofo escolhida.

Veja também como pintar forro de gesso, se é esse tipo de pintura que você precisa fazer.

Tinta antimofo

Deixe a tinta antimofo secar

Por fim, deixe a tinta antimofo secar, com um tempo recomendado de pelo menos, 24 horas após a aplicação da pintura. Mantenha o espaço arejado na maior parte do tempo, permitindo que a tinta seque com mais facilidade. Esse processo é importante para prevenir o reaparecimento do mofo.

Somente com a tinta bem seca, remova as fitas crepes e se precisar, faça os acabamentos no ambiente. Uma dica para a hora de colocar os móveis é sempre deixá-los em uma distância da parede, prevenindo o mofo e valorizando a decoração do ambiente.

Onde comprar sua tinta antimofo?

Uma das grandes vantagens da tinta antimofo é a sua resistência, mesmo assim, saiba que existem diversas marcas para você escolher, algumas são melhores que outras.  Contudo, você sabe onde comprar sua tinta antimofo? Um dos locais certeiros para encontrar sua tinta é em uma loja especializada.

Também existe a possibilidade de comprar tinta antimofo em lojas de construção e decoração, lojas de departamento e até supermercados. Na hora de comprar pesquise sobre a marca, principalmente, sobre o tipo de tinta para escolher, forma de aplicação, secagem e demais informações importantes do fabricante.

Não deixe de medir o local para comprar a quantidade de tinta indicada, inclusive, escolha um tipo de tinta antimofo que combine com a sua decoração do ambiente.

O post Tinta antimofo: Onde encontrar? Como funciona? apareceu primeiro em Tudo Construção – Tudo para sua Casa e Construção.

Tinta antimofo: Onde encontrar? Como funciona? Publicado primeiro em https://www.tudoconstrucao.com

Piso para área externa: Opções e quais os melhores

Um piso para área externa precisa atender algumas necessidades do projeto, como por exemplo, trazer segurança, durabilidade e conforto para o ambiente. Por isso, é preciso saber escolher o melhor revestimento para o seu projeto.

Existe uma variedade de pisos para usar em seu espaço externo, seja na calçada, varanda, ao redor da piscina e até nas escadas. Sendo assim, para revestir esse tipo de ambiente, conte com revestimentos mais brutos, antiderrapantes e fáceis de limpar, já que a superfície está mais propensa a acumular manchas.

Uma dica para revestimentos é o piso para área externa, desenvolvidos com materiais resistentes, duráveis e funcionais. Conheça aqui a lista com os melhores.

Piso para área externa

Piso para área externa – Conheça a lista com os melhores

Se você tem dúvidas de qual tipo de piso para área externa escolher, confira a lista com as opções que separamos a seguir. Confira as características de cada piso, indicações e combinações com espaços externos da sua casa.

Piso para área externa: cerâmica

Um dos pisos para áreas externas mais populares é a cerâmica, encontrada em diversos tipos de padronagens, texturas e tamanhos. Sendo produzidas a partir de barro cozido, porcelana e argila, as cerâmicas são revestimentos resistentes ideais para seu piso da calçada, ao redor da piscina, escada e demais ambientes externos.

Além disso, a cerâmica possui fácil manutenção, podendo ser limpa com uma escova e sabão neutro. Também promovem uma maior resistência a altas temperaturas, garantindo a beleza do revestimento por mais tempo, sem desbotar com facilidade.

Porcelanato para área externa

Saiba que existem modelos de porcelanato para área externa, aliás, alguns têm uma ótima textura que imita madeira e pedras naturais. Com alta resistência mecânica, o porcelanato é indicado para áreas de lazer e com alto tráfego de pessoas.

É um revestimento com ótimo acabamento para combinar com o estilo do ambiente, inclusive, pode ser instalado em garagens.

Veja também ideias de porcelanato Fosco.

Piso para área externa
Cerâmicas.

Piso externo com madeira

Outra proposta de piso para área externa é a madeira que traz um ótimo acabamento em beleza, conforto e estilo para seu espaço. A madeira é bastante usada em projetos de deck com piscina, escadas para jardim, pontes e muito mais.

Você pode optar entre a madeira natural de diferentes tipos ou a madeira artificial, produzida com polímeros plásticos que resultam em uma estrutura resistente e com acabamento semelhante à madeira natural. 

Contudo, diferente dos revestimentos externos como a cerâmica e porcelanato, a madeira requer mais manutenção como a impermeabilização, troca de tábuas e pintura.

Área externa com revestimento de pastilhas

Aposte em uma área externa com revestimentos de pastilhas, ideais para ambientes molhados como por exemplo, ao redor da piscina ou lago. Assim como os pisos de cerâmica e porcelanato, existem vários modelos de pastilhas para piso, sendo elas produzidas com vidro ou cerâmica.

No entanto, o mais indicado é que tenha um certo cuidado com a instalação, escolhendo um bom profissional que saiba aplicar as pastilhas.

Piso para área externa

Pisos com revestimento em pedra

Um dos revestimentos mais resistentes é a pedra, um material que resiste a umidade, clima e tráfego constante de pessoas. Por essas particularidades, as pedras naturais são bastante utilizadas em ambientes externos como varandas, calçadas, áreas de piscinas, caminho de jardim e pergolado.

Encontre o tipo ideal de pedra para área externa, apostando em tipos como pedra miracema, ardósia, São Tomé, pedra Goiás e muito mais.

Piso para área externa com cimento

Para revestir o seu espaço, aposte no piso para área externa com cimento, um material econômico, fácil de aplicar e é versátil com qualquer estilo do espaço. Você pode fazer um acabamento de cimento queimado ou com texturas, inclusive, finalizar com cores para combinar com o projeto de paisagismo.

Nesses dois tipos de aplicação de cimento no piso externo, você terá uma superfície sem muita necessidade de manutenção.

Azulejo de pedra para ambiente externo

Semelhante à cerâmica, o azulejo de pedra é mais uma alternativa para seu espaço. Porém, com uma maior economia acerca de outros tipos de revestimentos. Neste caso, o azulejo é mais resistente e econômico, podendo durar por bastante tempo a partir dos devidos cuidados.

Encontre tipos de azulejos com acabamento liso ou irregular, ideais para projetos de escadas, garagens, calçadas e até muros.

Piso externo com ladrilho hidráulico

Em áreas externas com coberturas aposte no ladrilho hidráulico, um material bastante parecido com a cerâmica, inclusive com um excelente acabamento de qualidade. No caso do ladrilho em piso externo, será preciso aplicar um impermeabilizante, que deve ser reaplicado a cada mês.

Opte pelos variados modelos de ladrilhos hidráulicos para área externa com estampas diversas e cores para combinar com seu ambiente.

Piso para área externa

Como escolher o piso para área externa?

Com os diversos tipos de pisos para área externa, talvez você esteja se perguntando qual o melhor. Confira a seguir, as dicas para escolher o melhor revestimento para seu ambiente externo.

Considere as necessidades do projeto

Uma dica na hora de escolher o piso para área externa é sempre considerar as necessidades do projeto. Como pudemos observar, existem modelos mais indicados para ambientes molhados e outros com coberturas, por isso, é necessário analisar.

Faça o cálculo de orçamento para revestimento

Alguns tipos de pisos para ambiente externo são mais econômicos, outros nem tanto. Sendo assim, é preciso fazer o cálculo para o orçamento do revestimento. Caso seu orçamento para o piso seja mais apertado, opte por opções mais econômicas para completar o seu projeto.

Avalie as possibilidades de pagamento com condições e descontos, faça orçamento com no mínimo 3 lojas que vendem o tipo de revestimento que seu projeto precisa.

Piso para área externa

Combine o estilo do piso com a área externa

Outro ponto importante é combinar o estilo do piso com a área externa, considerando sempre a segurança e beleza que o espaço precisa. Se o orçamento está apertado para construir um deck de madeira, aposte nas cerâmicas que imitam madeira, uma forma criativa para decorar o espaço.

Lembrando que a cerâmica também é encontrada em seu formato antiderrapante, uma proposta ideal para revestir espaços de lazer em casa. Agora que você já sabe como escolher o revestimento ideal para seu espaço, aposte em um piso para área externa que mais se encaixa a sua necessidade.

O post Piso para área externa: Opções e quais os melhores apareceu primeiro em Tudo Construção – Tudo para sua Casa e Construção.

Piso para área externa: Opções e quais os melhores Publicado primeiro em https://www.tudoconstrucao.com

Manta para telhado: O que é? Para que serve?

A manta para telhado é uma ótima solução para investir na sua obra, trazendo benefícios que envolvem impermeabilização, resistência e melhoras na condição da sua estrutura de telhado. Entenda aqui o que é essa estrutura, para que serve e os tipos que existem.

Se incomodar com infiltrações e goteiras após a construção de uma cobertura de casa ou sala comercial é sinônimo de dor de cabeça. Muitas vezes, alguns processos durante a construção de um imóvel são essenciais para proteger e evitar manutenções frequentes. Por isso, em seu projeto de execução de obra, priorize a instalação de uma manta para telhado, evitando assim, gastos extras com manutenção.

manta para telhado

Manta para telhado – Entenda o que é

Para você que não sabe o que é uma manta para telhado, ela nada mais é do que uma prevenção para sua obra, principalmente contra goteiras, infiltrações e problemas com mudanças de temperatura. Seu efeito impermeabilizante impede que a água da chuva não ultrapasse sua laje, formando assim, uma camada protetora para o telhado.

Essa barreira física, além de bloquear a entrada de água pela chuva, decorrente de uma telha quebrada, por exemplo, também protege contra ruídos e ajuda a reduzir a temperatura. Neste sentido, saiba que é possível encontrar diversos tipos de mantas para telhado, algumas em formato de polímeros, alumínio e até líquido.

Tipos de manta para telhados

Se você pretende proteger a sua laje de infiltrações, alta temperatura e ruídos, encontre a melhor opção entre os tipos de mantas para telhados. Conheça cada uma delas abaixo.

Manta asfaltica para telhado

Um dos tipos de mantas para telhados é a manta asfáltica, indicada para usar em lajes, porém, não deve ser instalada diretamente no telhado devido ao peso do material. A manta asfáltica é produzida a partir de materiais como polímeros elásticos, poliéster e alumínio em sua composição.

Atualmente no mercado existem diversos tipos de mantas asfálticas, entre elas está a manta asfáltica aluminizada, com poliéster e polietileno. É recomendada devido a sua ação impermeabilizante bastante satisfatória e proteção contra os raios UV.

Manta impermeabilizante

Outra opção é a manta impermeabilizante, encontrada nas versões líquidas e de faixas aluminizadas. O produto pode ser aplicado diretamente na laje ou na estrutura do telhado, proporcionando um efeito impermeabilizante e por vezes até termoacústico. Aproveite as diferentes formas de comprar a manta impermeabilizante e adicione o material ao seu planejamento de obra.

manta para telhado

Tipo manta térmica

Mais uma solução para proporcionar longevidade para sua obra é o tipo de manta térmica, ajudando não só a prevenir as altas temperaturas, mas também as goteiras e infiltrações. Esse tipo de manta ajuda a prevenir o aquecimento da obra, diminuindo os gastos com ar condicionado e aquecedores de ambiente durante o inverno.

Contudo, a instalação da manta térmica é um pouco mais trabalhosa que a manta para telhado líquida, sendo aplicada suspensa à laje entre a estrutura de madeira e telhas.

Veja também o que é manta Térmica para Telhado, com ainda mais benefícios!

Manta líquida para telhado

Uma das mantas para telhados mais fáceis de aplicar é a manta líquida, produzida, em sua grande maioria, em resina acrílica e aditivos que formam uma camada elástica flexível e impermeabilizante. Este produto pode ser aplicado tanto nos telhados quanto na laje, uma aplicação semelhante a de uma pintura.

Em superfície com argamassa e concreto, a manta líquida se torna mais eficiente, formando uma película resistente contra água da chuva, consertando fissuras e trincas.

Subcobertura Foil

A subcobertura foil para telhados proporciona um ótimo conforto térmico e impermeabilizante. Isso acontece devido à manta aluminizada ser produzida com polietileno, adaptada a qualquer tipo de telha, até mesmo as telhas ecológicas.

Para instalar a subcobertura foil em seu telhado, será preciso fazê-la na etapa de madeiramento do telhado fixado entre as ripas e os caibros. Use esse tipo de manta para telhado em construções residenciais, comerciais e industriais, aumentando assim, a durabilidade da sua obra.

Veja também alguns tipos de coberturas para telhado.

manta para telhado

Para que serve a manta para telhado?

Após conhecer os diferentes tipos de mantas para telhados, saiba para que serve o produto, já que existem diferentes formas de aplicar e usar na sua obra.

Efeito impermeabilizante para telhado

Uma das maiores vantagens da manta para telhado é seu efeito impermeabilizante, tornando assim, uma camada protetora contra a penetração da água da chuva, infiltrações devido à rachadura de telhas e entre outros problemas.

Como vimos acima, existem vários tipos de mantas, algumas delas são específicas para aplicar na laje da cobertura e outras diretamente instaladas nas telhas ou estruturas suspensas.

Melhora o isolamento acústico e térmico

Dependendo do tipo de manta, além de aumentar a durabilidade através da impermeabilização, o produto também melhora o isolamento acústico e térmico. Algumas mantas são exclusivas para coberturas expostas a altas temperaturas, melhorando o clima interior do imóvel.

Em consequência disso, você terá um ambiente mais agradável em relação às temperaturas e ruídos vindos do exterior. Outra vantagem é a economia com ar condicionado no verão e aquecedores elétricos durante o inverno.

Resistência e evita gastos extras com manutenção

Além disso, outro ponto que garante mais vantagens para a manta para telhado é a sua resistência acerca das mudanças climáticas. Protegendo o telhado de vendavais, fortes chuvas e raios solares.

A consequência disso é a prevenção de gastos extras com manutenção, principalmente após a conclusão da obra. Ou seja, você garante uma impermeabilização extra da sua laje, protege contra os raios UV e acúmulo de poças de água que possam causar goteiras.

manta para telhado

Protege as estruturas da obra e sistema elétrico

Esse tipo de investimento também ajuda a proteger a estrutura, evitando manchas na pintura, apodrecimento de madeiras e demais desgastes. Além disso, uma infiltração também pode atingir o sistema elétrico, trazendo mais riscos para sua estrutura.

Com o acúmulo de água, também contribuem para problemas de saúde como os respiratórios, devido à proliferação de mofo que, consequentemente, resulta em mofo no local. Portanto, para proteger o seu imóvel, não deixe de investir em uma manta para telhado, seja líquida, faixas, aplicada na laje ou no próprio telhado.

O mais importante é escolher o melhor produto que compreende as suas necessidades, garantindo segurança, conforto e durabilidade para a sua obra.

O post Manta para telhado: O que é? Para que serve? apareceu primeiro em Tudo Construção – Tudo para sua Casa e Construção.

Manta para telhado: O que é? Para que serve? Publicado primeiro em https://www.tudoconstrucao.com

Espelho para quarto: Modelos, onde comprar e dicas de decoração

O espelho para quarto é um elemento que precisa de cuidados na hora de escolher, pois o espaço exige aconchego, personalidade e harmonia com as demais decorações. Veja aqui quais os modelos indicados para o quarto e dicas de decoração.

Além de ser um item sofisticado para decoração do quarto, o espaço também se torna um elemento funcional, podendo refletir a imagem da pessoa e também do ambiente. Usar um espelho no quarto é uma ótima ideia para ambientes pequenos, já que o reflexo do ambiente sugere uma amplitude de metragem.

Contudo, é preciso saber escolher onde colocar o espelho no quarto, considerando assim sua funcionalidade e beleza. Acompanhe a seguir, os modelos de espelho para quarto pequeno, grande ou médio, já que o elemento é uma peça coringa na decoração de interiores.

espelho para quarto

Espelho para quarto – Conheça os melhores modelos

Para criar uma amplitude no ambiente o espelho para quarto é bastante funcional, serve como uma “janela” com profundidade refletindo o interior do espaço. Por conta disso, saiba que existem diversos modelos que ajudam nessa funcionalidade e também, compreendem o tipo de decoração do quarto. Confira os modelos e dicas para decorar.

Depois, veja também ideias de quarto de solteiro.

Espelho grande para quarto

Uma das melhores apostas para quartos pequenos é o espelho grande, uma dica para ajudar a ampliar o espaço e também decorar com sofisticação o ambiente. Essa ideia serve para quartos grandes ou pequenos, principalmente se você escolher anexar o elemento na parede.

No caso dos quartos grandes ou suítes com closet, o espelho no closet promove funcionalidade, principalmente na hora de montar looks. Se você não tiver como anexar um espelho, uma dica é apostar em móveis espelhados como armários, penteadeiras, guarda-roupa e demais opções. Para quarto de adolescente ou pessoa fashionista, uma penteadeira é essencial, por isso, aposte em um modelo pendurado na parede de espelho grande para seu quarto.

Veja também 17 modelos de Penteadeiras Modernas.

Modelo de espelho com pé

Para uma decoração de quarto minimalista, boho chic e provençal, o modelo de espelho com pé para quarto é uma ótima opção. Diferente do espelho apoiado no chão ou em algum móvel, o modelo com pé garante maior segurança e estilo para o ambiente.

Os modelos de espelho para quarto com pé são versáteis, podendo ser encontrados em diversos tamanhos, como por exemplo, na altura do corpo. Outra vantagem desse tipo de espelho é que ele pode ser movido de um local para outro, adaptando com a sua decoração e funcionalidade. Uma ideia decorativa é colocar o espelho com pé no quarto perto de uma janela ou cantinho para valorizar o ambiente.

espelho para quarto

Espelho para quarto com moldura

Para aproveitar melhor o espaço e combinar com as diferentes decoração, os espelhos para quarto com molduras são ótimas sugestões. Você encontra diversas versões do elemento como espelho para quarto com moldura provençal, simples e modelos chamativos.

Na decoração moderna e no quarto com decoração rústica, a moldura de espelho de madeira ou preta fica incrível, ainda mais combinando com o restante do ambiente. Já na decoração de quarto clássica, os modelos de espelhos provençais são ótimas apostas, com molduras trabalhadas em desenhos bem charmosos.

Caso não queira instalar uma cabeceira revestida com material espelhado, a dica é pendurar dois espelhos com moldura na parede ao lado de cada lateral da cama.

Espelhos decorativos para quarto

Sabe aquela parede sem graça atrás da cama? Que tal colocar espelhos decorativos para quarto? Você poderá montar uma decoração de mosaico com espelhos de variados tipos, tamanhos e detalhes. Fazer um conjunto de espelhos na cabeceira da cama no quarto é uma forma de decorar a parede de forma autêntica, divertida e muito estilosa para combinar com diferentes tipos de decorações para quartos.

Modelo de espelho bisotado

O modelo de espelho bisotado possui bordas chanfradas e com angulações, é ideal para decorar quartos modernos e sofisticados. A ideia é usar o espelho bisotado revestindo a parede da cabeceira, canto do quarto e até criando detalhes na parede. Esse modelo também é encontrado na versão de espelho de chão para quarto, uma sugestão decorativa e funcional para usar no ambiente. Aproveite esse modelo para criar um estilo de espelho camarim, com luzes na moldura para decorar e facilitar o seu dia a dia.

espelho para quarto

Modelos diferenciados de espelho para quarto

Além de todos esses modelos de espelhos para usar no quarto, saiba que existem versões bastante autênticas do elemento, diversas opções de modelos diferenciados de espelho para quarto. Entre as versões de espelhos de quarto, estão o espelho redondo, quadrado, oval, triangular, espelho em gota e modelo de espelho montessoriano para quarto infantil.

Dependendo do tipo de projeto, saiba que outra solução é o espelho sob medida, ideal para planejar um quarto com tudo que você necessita. Neste caso, opte por revestir uma parede com espelhos ou mande fazer um espelho para corpo inteiro com tamanho ideal. Mas afinal, qual o tamanho ideal de um espelho? Saiba que o tamanho suficiente de um espelho de corpo inteiro é de 1 metro, no mínimo.

Veja também como fazer espelho com luz de led.

Onde comprar seu espelho para quarto?

Agora que você já conhece os modelos de espelhos para quarto, confira onde comprar o seu espelho para o ambiente. Contudo, o primeiro passo é escolher o modelo de espelho que mais combina com seu ambiente, valorizando a decoração e trazendo funcionalidade.

Lojas de decorações e artigos para casa

Uma das formas de comprar espelhos é nas lojas de decorações e artigos para casa, algumas empresas trabalham com uma linha variada de modelos. Além disso, em lojas de decoração, você vai encontrar tendências como por exemplo, o espelho oval, um queridinho na decoração de ambientes.

espelho para quarto

Vidraçarias vendem espelhos

As vidraçarias vendem espelhos também, inclusive, esta é uma ótima opção para encomendar um espelho sob medida para seu quarto. A ideia é medir bem o espaço e escolher o tipo de espelho para quarto que mais compreende o seu projeto.

Lojas de departamentos

Nas lojas de departamentos você também encontra uma variedade de opções em espelhos, incluindo as tendências decorativas. Talvez, os valores dos espelhos sejam até mais atrativos, devido aos modelos serem mais populares na decoração.

Essas foram as dicas de decorações com espelho para quarto. Gostou? Comenta aqui qual o seu modelo de espelho preferido.

O post Espelho para quarto: Modelos, onde comprar e dicas de decoração apareceu primeiro em Tudo Construção – Tudo para sua Casa e Construção.

Espelho para quarto: Modelos, onde comprar e dicas de decoração Publicado primeiro em https://www.tudoconstrucao.com

Área gourmet pequena: Dicas de decoração e otimização de espaço

A área gourmet pequena é ideal para momentos de lazer, seja para preparar aquele churrasco gostoso, reunir os amigos e sua família para momentos memoráveis. Mesmo com um espaço reduzido, é possível montar uma ideia bacana para decorar. Veja como fazer!

Em um projeto de organização e decoração, o planejamento é indispensável, principalmente, para realizar um melhor aproveitamento do espaço. Um espaço gourmet, por sua vez, é o local ideal para receber suas visitas e fazer festas, podendo equipar com tudo que você precisa para realizar a confraternização. Primeiramente, é preciso escolher o espaço, podendo ser na própria varanda, lateral ou fundos da casa e até, na área com piscina. Conheça os diferentes projetos de área gourmet pequena para se inspirar, considerando a escolha de móveis, artigos decorativos e estilo próprio para o ambiente.

Área gourmet pequena

Área gourmet pequena – Confira as dicas para decorar a sua

Existem alguns passos para montar uma área gourmet pequena de excelência, garantindo conforto, funcionalidade e aconchego para você e seus convidados. O primeiro passo para fazer o projeto é planejar o estilo do ambiente, escolhendo os revestimentos, móveis e decorações para combinar com a sua ideia. Confira a seguir, algumas inspirações.

Estilo da área gourmet pequena 

Para montar uma área gourmet pequena é necessário escolher o estilo do projeto, podendo escolher entre uma área gourmet pequena rústica, moderna e com uma pegada mais clássica. Muitos espaços como este são integrados com varanda gourmet, sacadas de apartamento, cozinhas e até lavanderia. Por isso, você pode escolher um estilo que integra também os espaços de forma harmoniosa. Aqui nesta dica, você já pode definir a paleta de cores, considerando o estilo decorativo do espaço para combinar com os móveis, decorações e revestimentos.

Veja também espaço gourmet com piscina pequena.

Revestimentos para área gourmet

Com o estilo do espaço escolhido, fica mais fácil escolher os revestimentos para decorar o seu ambiente. Aqui, você pode priorizar os revestimentos para ambientes gourmet que são fáceis de limpar, principalmente, se for área gourmet pequena com churrasqueira. As opções como granitos, mármores, porcelanato, tijolinhos e pedras naturais para área externa são as mais indicadas neste tipo de projeto.

Área gourmet pequena

Móveis planejados para o ambiente

Os móveis planejados para o ambiente são ótimas opções para mobiliar espaços pequenos, assim você aproveita melhor a metragem com a funcionalidade que o ambiente precisa. Para quem não tem muito espaço na área gourmet, uma dica é integrar junto da cozinha, deixando apenas a churrasqueira e mesa ou bancada no lado externo.

Um projeto com cozinha americana pequena e área gourmet dão super certo, valorizando os ambientes e tornando-os mais funcionais. Projeto perfeito para área gourmet pequena em apartamento. A ideia é aproveitar uma parede para planejar os móveis, optando por uma bancada, ilha ou mesa conforme o estilo decorativo do espaço.

Decoração da área gourmet pequena

A decoração da área gourmet pequena pode ser simples, sofisticada e rústica. Tudo dependerá do estilo escolhido para decorar o espaço. Se você optou por um espaço longe da cozinha, certifique que nos armários terá tudo que você precisa, como por exemplo, jogo de pratos, copos, talheres, panelas e demais utensílios de cozinha.

Como o espaço também é destinado para relaxar, uma ideia interessante é colocar uma poltrona suspensa ou sofá, se o local permitir o espaço. Em uma área gourmet pequena com piscina, por exemplo, outra dica é adicionar uma rede de descanso para aproveitar melhor o ambiente. As flores e plantas são ótimos elementos para decorar e trazer tranquilidade para o espaço gourmet, aproveite também para pendurar quadros decorativos, luminárias e banquetas no estilo escolhido.

Área gourmet pequena

Projetos de área gourmet pequena para otimizar espaço

Após as dicas para construir sua área gourmet pequena, conheça alguns possíveis projetos para otimizar espaço e trazer a harmonia que o ambiente necessita. Veja também casas com área gourmet no fundo.

Área gourmet pequena com churrasqueira

A área gourmet pequena com churrasqueira é ótima para reunir a galera, mas você precisa escolher o tipo ideal de churrasqueira para o espaço. Aproveite o projeto para colocar uma bancada para ajudar no preparo dos alimentos, apostando também em revestimentos que combinem e sejam fáceis de limpar. Além disso, capriche no revestimento para a churrasqueira, tornando o elemento principal para decorar o ambiente de lazer.

Espaço com piscina na área gourmet

Em uma área gourmet pequena com piscina é preciso investir em funcionalidade, principalmente, para garantir o melhor aproveitamento da área de lazer completa. Escolha um revestimento de piso antiderrapante para evitar acidentes, bem como, um espaço com mesa para refeições resistente para dividir as atividades na piscina.

Fogão a lenha na área gourmet

Na área gourmet rústica e pequena, experimente adicionar um fogão a lenha para preparar as refeições. Essa ideia também contribui para quem mora em cidades com um clima mais gelado, ideal para aquecer e preparar boas comidas. Outras ideias para uma decoração rústica na área gourmet é escolher móveis e revestimentos de madeira, decorações naturais como plantas e uma paleta de cores terrosa.

Área gourmet pequena com banheiro

A proposta para uma área gourmet pequena com banheiro é trazer funcionalidade, tanto para os convidados do espaço, quanto para áreas de lazer com piscina. Um banheiro na área externa otimiza o projeto, deixando-o mais funcional para atender as necessidades de todos. Você pode montar um projeto bem simples de banheiro pequeno, com apenas um vaso, pia e se possível um chuveirinho de mão que ocupa pouco espaço.

Área gourmet pequena

Cobertura de pergolado na área gourmet

Uma ideia criativa e bonita é aproveitar a cobertura de pergolado para o espaço gourmet, sendo esta uma sugestão prática, econômica e estilosa. A estrutura de pergolado se torna fácil de montar, podendo escolher diferentes coberturas como o policarbonato, que faz um aproveitamento melhor da iluminação natural. 

Combinando área gourmet pequena com lavanderia

Falando em otimização de espaço, não poderíamos deixar de fora a dica de projeto combinando área gourmet pequena com lavanderia. Um espaço destinado ao lazer e também a tarefas diárias como lavar a roupa. Aqui nesta ideia é possível disfarçar a máquina de roupa entre os armários planejados no ambiente. Em projetos mais elaborados de área gourmet pequena com lavanderia, você pode usar uma porta de correr em ripas de madeira para “esconder” o eletrodoméstico quando não estiver usando.

O post Área gourmet pequena: Dicas de decoração e otimização de espaço apareceu primeiro em Tudo Construção – Tudo para sua Casa e Construção.

Área gourmet pequena: Dicas de decoração e otimização de espaço Publicado primeiro em https://www.tudoconstrucao.com

Cortina blecaute para quarto: 4 Modelos e onde comprar

A cortina blecaute para quarto é ideal para evitar a penetração da claridade, com o intuito de manter o local aconchegante e propenso ao relaxamento.

Seja para o quarto, sala ou até no banheiro, o blecaute serve para evitar o contato com a luz solar, luz do poste e até com os faróis dos carros.

Diferente das cortinas, eles servem como corta luz, podendo bloquear 100% ou parcialmente o contato com a claridade.

Além disso, a cortina blecaute precisa combinar com a decoração do quarto, compreendendo o estilo decorativo e a necessidade de tornar o espaço mais aconchegante para dormir. Conheça aqui neste post os diferentes modelos, dicas e onde comprar o blackout.

cortina blecaute para quarto

Cortina blecaute para quarto – Conheça os modelos

Com diferentes materiais e formas de sustentação, a cortina blecaute para quarto se torna um item indispensável para o ambiente, combinando com espaços de vários estilos decorativos.

Além disso, o blecaute também previne o clareamento dos móveis em contato com o sol, te deixa relaxado para assistir um filme durante o dia e ajuda a economizar com o ar condicionado no verão, impedindo a luz de entrar no espaço.

Para aproveitar as funcionalidades da cortina blecaute, veja a seguir os modelos do blecaute para quarto.

Cortina blecaute de plástico para quarto

cortina blecaute para quarto

Um dos modelos mais comuns de cortina blecaute para quarto é a de plástico, um item barato e prático para o seu dia a dia. Encontre modelos de blackout de cores lisas e estampas para variados estilos decorativos, aproveitando todos os recursos deste tipo de cortina.

Cortina blecaute com trilhos

cortina blecaute para quarto

A cortina blecaute com trilhos possui um ótimo acabamento para quartos, diferente da sustentação em ilhós, as casinhas são instaladas em trilhos suíços ou varão de metal para que se movam facilmente.

Nesse modelo de blecaute, você vai encontrar modelos de PVC ou tecido, sendo esta uma excelente ideia para janelas de quarto.

Cortinas blackout em PVC para quarto 

cortina blecaute para quarto

Um dos modelos mais práticos e com excelente bloqueio de claridade são as cortinas blackout em PVC para quarto. Uma proposta mais robusta, encontrada em modelos de uma folha de PVC ou com uma camada de voil para dar um toque mais delicado para o ambiente.

Alguns modelos de cortinas blecaute em PVC são 100% recicladas, podendo ser limpa facilmente com um pano úmido e sabão.

Cortina blackout em tecido

cortina blecaute para quarto

O modelo de cortina blackout em tecido é confeccionado geralmente com poliéster, sendo esta uma ótima opção para decorar o quarto. No entanto, este modelo de blecaute não protege 100% da claridade, apenas 80% de modo geral, tornando-se uma cortina bastante eficaz.

Uma outra vantagem desse tipo de cortina é que ele pode ser lavado na máquina, diferente do blecaute de PVC e plástico que precisa ser lavado à mão.

Como escolher a cortina blecaute para quarto?

A partir dos diferentes modelos de cortina blecaute para quarto, talvez sua dúvida seja como escolher o melhor modelo de blecaute, não é mesmo?

Nos próximos tópicos listamos algumas dicas de como escolher a sua cortina blecaute ideal para quarto.

1. Priorize a escolha da cortina pelo material

A primeira dica para comprar uma cortina blackout para quarto é priorizar pela escolha do material. Como vimos acima, alguns modelos são mais apropriados para um quarto delicado e outros para quem deseja 0% de iluminação. Até mesmo o blecaute de PVC pode ser decorativo, quando escolhido com modelo duplo de cortina voil.

Saiba que as cores também influenciam na escolha do blackout, podendo escolher um modelo mais clean para uma decoração universal.

Para cortina blecaute em quarto de criança ou adolescente, os modelos estampados com personagens são os mais pedidos pelos pequenos.

2. Pense na praticidade que o espaço precisa

Mesmo que o quarto não seja um local onde a cortina suja muito, pense na praticidade que a cortina precisa ter no quarto.

As sustentações de cortina em varão e trilhos também influenciam na estética do local, bem como trazem funcionalidade na hora de abrir e fechar as cortinas. Pensando na praticidade de limpeza, a cortina blecaute em tecido para quarto são as preferidas, principalmente, devido à estética do artigo.

3. Cortina blecaute para quarto: Combine a cortina com a decoração do quarto

Por mais que a cortina blecaute bloqueie 80%, 90% e 100% da luminosidade do espaço, o aspecto pesado é o que mais “pesa” na escolha desse tipo de cortina. No entanto, com os diferentes materiais, você tem mais possibilidades de escolha da cortina para colocar no quarto.

Sendo assim, um ponto que pode influenciar é a combinação da cortina com a decoração do ambiente, ou seja, do quarto de dormir. Aqui você pode escolher o modelo tradicional de blecaute em branco ou bege, podendo apostar também em uma ideia estampada. Para quem deseja uma decoração mais delicada, o modelo de cortina com blackout e voil é o mais indicado.

4. Cortina blecaute para quarto: Escolha um tamanho de cortina maior que sua janela

O ideal é que você escolha um tamanho de cortina maior que seu tipo de janela, para assim evitar que a iluminação passe pelas beiradas da janela. Dessa maneira, na hora de medir o tamanho da janela, considere 10 cm a mais nas laterais para as cortinas.

Quando for instalar, faça os furos para o varão ou trilho em uma altura de até 15 cm do enquadramento superior da janela. Já para obter o efeito franzidinho da cortina, escolha um modelo de blecaute maior que o varão da cortina. 

Onde comprar a cortina blecaute para quarto?

Após conhecer os diferentes modelos de cortina blecaute para quarto, saiba onde comprar esse tipo de produto. Em lojas de artigos para casa e decoração, você encontra modelos de blecaute simples, com voil e tecidos em poliéster.

Nas lojas especializadas em cortinas, é possível comprar o modelo de blackout no tamanho ideal para sua janela ou porta, inclusive em versões mais variadas. Saiba que também é possível mandar fazer um modelo de cortina blackout para quarto com ou sem tecido para deixar a cortina mais delicada.

Além disso, lojas virtuais como Magazine Luiza e Submarino também têm algumas opções de cortina blecaute para quarto.

A ideia é escolher um modelo de cortina blecaute para quarto que mais combina com a sua decoração de quartos tumblr, mas sem perder a funcionalidade que seu espaço precisa. 

 

O post Cortina blecaute para quarto: 4 Modelos e onde comprar apareceu primeiro em Tudo Construção – Tudo para sua Casa e Construção.

Cortina blecaute para quarto: 4 Modelos e onde comprar Publicado primeiro em https://www.tudoconstrucao.com

Portão para cachorro: Como fazer e dicas

O portão para cachorro é ideal para bloquear a passagem para um cômodo ou até mesmo para rua, sendo um empecilho para o cachorro fujão. Com diferentes modelos no mercado, para economizar você mesmo pode fazer seu portão, basta seguir nossas dicas. Na internet é possível encontrar modelos prontos de portões, em variados materiais para delimitar o espaço para seu cão.

Alguns modelos são confeccionados com materiais resistentes como metal, para impedir que o cachorro roa ou quebre o portão com facilidade. No entanto, saiba que é possível fazer seu próprio portão para cachorro, com alguns materiais acessíveis como ripas de madeira ou PVC. Veja aqui os tutoriais disponíveis.

Portão para cachorro

Portão para cachorro – Descubra a melhor maneira de fazer

Para evitar o cãozinho dentro ou fora de casa, o portão para cachorro é uma excelente forma de limitar o espaço. Muitos cães gostam de fugir para a rua ou até mesmo, entrar em cômodos para bagunçar, deixando os tutores chateados. Por isso, colocar um portãozinho para impedir a entrada ou saída do cachorro é bem importante. A seguir, confira dois tutoriais para fazer o portão para cachorro de PVC e também usando madeira.

Veja também algumas ideias de modelos de canis pequenos para cachorros.

Como fazer portão de PVC para cachorro

Saiba que fazer portão de PVC para cachorro é uma das ideias mais acessíveis e econômicas, já que você não precisa de muitos materiais. Os canos de PVC também não estragam com facilidade, alguns tem uma ótima espessura, dificultando que o dog roa o material e consequentemente, danifique. A primeira etapa para fazer o portão para cachorro com cano de PVC é separar os materiais. Anote todos os itens da lista.

  • 4 canos de PVC (tamanho conforme a sua necessidade);
  • 4 conectores em “t”;
  • Abraçadeiras de nylon;
  • 2 hastes de tensão de 5 a 10 cm;
  • Malha de arame em aço maleável;
  • Cortador de fio ou metal;
  • Serra manual ou cortador de cano de PVC.

As quantidades de produtos, juntamente com as medidas podem variar. Neste caso a altura do portão é para um cachorro de porte médio. Uma dica para quem não quer usar o cano de PVC é apostar no varão de cortina, basta seguir as medidas e completar com os materiais da nossa lista. Agora que você já selecionou todos os materiais para fazer o portão, acompanhe o passo a passo prático de como fazer um portão para cachorro com canos de PVC.

Veja também algumas cores de Portão.

Portão para cachorro

Faça a estrutura com canos

O primeiro passo no tutorial é fazer a estrutura com os canos de PVC, para isso, será preciso medir o espaço onde será instalado o portão. A tarefa é cortar 2 canos com 10 cm a menos da metragem horizontal, mais 2 canos na vertical com aproximadamente 65 cm de comprimento. Use os conectores em “t” para juntar os canos de PVC em uma estrutura retangular, dando um formato ao portão de PVC.

Instale a grade de arame

Nessa etapa, você vai precisar instalar a grade de arame na estrutura de PVC, para isso use as abraçadeiras de nylon para prender a malha aramada. Instale as abraçadeiras a cada 10 cm de distância uma da outra, prendendo nas grades do arame de forma que ficam bem presas.

Coloque as hastes retráteis

A penúltima etapa é instalar as hastes retráteis no cano superior e inferior, para ficar rente a parede que sustentará a estrutura. Para finalizar, instale o portão para cachorro em PVC no local desejado, fazendo um teste para evitar o cachorro fujão.

Portão para cachorro

Portão para cachorro de madeira

Do mesmo modo que no portão de PVC, a dica é sempre medir o espaço adequado para instalação da estrutura. Em alguns casos, um portão com tranca pode ser mais adequado, principalmente, se você quiser liberar o acesso de vez em quando. Para esse tutorial, você vai precisar separar os materiais adequados. Confira a lista de itens que você irá precisar.

  • 4 ripas de madeira;
  • 2 dobradiças de porta;
  • 1 fechadura;
  • Serrote;
  • Pregos comuns;
  • Preços tipo “u”;
  • Martelo;
  • Grade de metal.

Ao invés de colocar a grade, você também poderá usar as ripas de madeira para impedir que o cachorro ultrapasse o portão. Uma ideia para gastar pouco é reutilizar uma grade de cama para fazer o portão para impedir que o doguinho ultrapasse. Sendo assim, com todos os materiais em mãos, siga nos próximos tópicos o passo a passo de como fazer um portão de madeira para cachorro.

Faça a estrutura de madeira

Para fazer a estrutura de madeira, meça o espaço onde será instalado o portão para o cachorro. Com o auxílio do serrote, corte a medida ideal para instalar o portão no local desejado, deixando sempre uma metragem menor para abrir e fechar o portão. Para juntar as partes, faça a marcação com prego nas ripas, pregando os pregos comuns em cada limite do sarrafo. Se preferir, nesta etapa você já pode pintar o portão, usando verniz ou uma cor de sua preferência. Priorize as tintas para madeira, ok?

Monte a grade de arame

Coloque a estrutura no chão para fazer a montagem da grade de arame, use os pregos do tipo “u” para prender as laterais da grade. Se você optou por usar as ripas de madeira para servir de grade, use os pregos comuns para minimizar as “gretas” entre a estrutura do portão. Essa parte é importante saber o tamanho do cachorro para não correr o risco dele escapar entre as brechas do portão.

Portão para cachorro

Faça os acabamentos no portão

Nessa etapa é importante fazer os acabamentos no portão, como por exemplo, instalar as dobradiças e fechadura. Use os parafusos do kit de dobradiça para instalar o acessório na base vertical do portão, do mesmo modo instale a fechadura do outro lado. Para finalizar instale a outra base da dobradiça na estrutura de concreto ou madeira, onde o portão para cachorro será instalado.

Ao final, termine de instalar o portão com a fechadura adequada para permitir e bloquear o acesso quando necessário. Essas foram as duas dicas para fazer um portão para cachorro simples, podendo assim, ser adaptado conforme os materiais que você tem em casa.  Aproveita e compartilha esse artigo com aquele amigo que precisa saber dessa dica!

O post Portão para cachorro: Como fazer e dicas apareceu primeiro em Tudo Construção – Tudo para sua Casa e Construção.

Portão para cachorro: Como fazer e dicas Publicado primeiro em https://www.tudoconstrucao.com

Painel ripado para TV – Tipos, vantagens e preços

O painel ripado para TV é uma opção para usar em qualquer tipo de espaço, inclusive, pode ser colocado no quarto como suporte para televisão. Veja aqui os tipos de painéis ripados, as vantagens do modelo e preços do painel pronto e sob medida.

A tendência na decoração é investir em móveis aconchegantes, charmosos e com um bom desempenho para todo tipo de decoração. Por isso, os painéis ripados estão em alta, devido à sua praticidade em combinações, resistência e demais vantagens para seu espaço.

É um móvel para comprar pronto ou mandar fazer. No entanto, saiba que você mesmo pode fazer seu painel ripado para TV comprando os materiais corretos. Entenda aqui como fazer!

painel ripado para tv

Painel ripado para TV – Entenda o que é

Antes de conhecer os tipos e vantagens do painel ripado para TV, vamos entender do que se trata esse móvel tão usado na decoração de ambientes. Esse estilo de móvel é bastante comum na decoração, podendo servir também como revestimento, principalmente em materiais como a madeira. De modo geral, ele é encontrado em formato de ripas de madeira, quando instaladas formam uma espécie de painel revestindo móveis, tetos e a parede do ambiente.  Além disso, ele também pode ser usado como detalhe de um painel liso de madeira, servindo como acabamento para portas e gavetas.

Veja também como fazer decoração sala Tumblr para combinar com o painel ripado.

Tipos de painéis ripados para TV

Existem vários tipos de painéis ripados para TV, mas o mais popular é o painel ripado de madeira para TV. O primeiro passo é escolher o tipo de madeira que será usada, podendo investir em uma madeira mais sofisticada como a cumaru e peroba ou opções mais baratas como o painel ripado de MDF ou poliestireno. Esses modelos de painel ripado mais barato podem ser encontrados em tons de madeira ou na cor branca para combinar com o projeto de decoração.

Saiba que o tipo de madeira conta bastante no valor do orçamento, por isso, é importante escolher o tipo de material. No entanto, é possível também comprar o painel de madeira ripado para TV pronto, disponível em lojas para apenas instalar na parede. Sendo assim, encontre modelos de painel ripado em madeira claras, escuras e disponíveis para pintar.

painel ripado para tv

Vantagens de ter um painel ripado para a TV

Para sala, escritório ou quarto, conheça as vantagens de ter um painel ripado para TV no seu cômodo.

Versátil para sua decoração

Uma das principais vantagens do painel ripado para TV é a sua versatilidade para a decoração de interiores. Isto é, o modelo de ripado combina com salas de TV de vários estilos, sendo elas rústicas, modernas ou clássicas. Saiba que o modelo ripado permite a colocação de fitas de LED para deixar o ambiente mais aconchegante e iluminado.

No quarto, o painel ripado de madeira ajuda a otimizar o espaço, principalmente quando adicionado na parede para suporte da TV. Já nas salas de reunião, o painel ripado em madeira permite a organização do espaço colocando a televisão e escondendo os fios de outros eletrônicos no espaço.

Veja também como organizar quarto de casal pequeno.

painel ripado para tv

Fácil manutenção e limpeza

Mais uma vantagem do painel é a sua fácil manutenção e limpeza, ideal se você escolher o modelo de painel de madeira ripado para TV. Como vimos acima, existem modelos de madeiras mais resistentes que outras, por isso, é importante saber escolher o melhor para o seu projeto. As ripas de madeira mais sofisticadas são as mais resistentes, porém, a ripa de poliestireno também cumpre um bom desempenho.

É importante saber qual o material usado no painel para realização da manutenção e limpeza, alguns produtos podem danificar o material. Os painéis de madeira em poliestireno, por exemplo, são produzidos com matéria-prima plástica, por isso, um pano com água e sabão já é o suficiente para a limpeza. Já os painéis de madeira natural, nesses você não pode usar qualquer produto, aliás, alguns podem danificar a peça e deixá-la mais fosca.

Possui isolamento acústico e térmico 

Esse estilo de painel é produzido à base de ripas de madeira, tá aí a origem do nome “painel ripado”. Quando instalados na parede, são ótimos para isolamento acústico e térmico, formando uma camada de material resistente com um ótimo acabamento para seu ambiente. Por causa da madeira e a instalação “estreita” da madeira, o painel forma um isolante acústico para os demais cômodos, ideal para ser usado em ambientes que precisam de mais privacidade.

painel ripado para tv

Opção de painel para “faça você mesmo”

Se você gosta de uma decoração mais sustentável, saiba que o painel ripado para TV é uma ótima opção de móvel para “faça você mesmo”. O primeiro passo é escolher o tipo de material para o painel, apostando em ripas de madeira natural como peroba, cumuaru e imbuia ou modelos mais econômicos como o ripado de poliestireno e MDF. Também dá para fazer um painel ripado de madeira para TV com MDF e EVA, opções mais em conta para seu projeto artesanal.

Você pode pegar um painel de base pronto e adicionar as ripas de madeira ou então, instalar as ripas diretamente na parede. Nesses dois casos é preciso medir bem o espaço, cortar as ripas do tamanho indicado, usar um adesivo próprio para madeira e parafusos para fazer a instalação do painel. Considere também que o painel precisa suportar a TV, por isso, é importante adicionar um suporte para a televisão, a ser instalada de forma segura.

Para finalizar, você pode tanto pintar quanto passar apenas um verniz no painel ripado para TV, fica a seu critério.

Quanto custa um painel ripado para TV?

Para saber quanto custa um painel ripado para TV é preciso considerar o tipo de material, tamanho e instalação. Conforme nos tópicos acima, esse modelo ripado pode ser comprado desmontado com as ripas de madeiras prontas ou na loja, com o painel já instalado. O que conta na verdade, é o material usado na instalação, sendo os modelos de painel de madeira natural os mais caros.

Algumas lojas especializadas em painéis ripados de madeira oferecem modelos de diferentes espessuras e desenhos, podendo variar de 300 a 500 reais a peça. Já o modelo de painel ripado de poliestireno, este pode custar a partir de 150 reais o metro do material.

Você também poderá comprar a ripa por unidade, encontrada em lojas de construção, decoração e artefatos de madeira. Contudo, na hora de construir um painel ripado para TV considere os pontos como tipo de material, espessura, modelo e demais detalhes que influenciam no orçamento.

O post Painel ripado para TV – Tipos, vantagens e preços apareceu primeiro em Tudo Construção – Tudo para sua Casa e Construção.

Painel ripado para TV – Tipos, vantagens e preços Publicado primeiro em https://www.tudoconstrucao.com